• PET Eng. de Produção

Aprenda a liderar: análise de perfis comportamentais

Atualizado: 26 de Mar de 2018


Liderança é um processo de influência e poder entre as pessoas. É um fenômeno onde o líder deve influenciar o comportamento de outro individuo ou grupo afim de instigar ou modificar certas atitudes para o alcance de um propósito.


Um líder deve guiar seus seguidores para uma meta ou determinado objetivo, enquanto um chefe usufrui de sua autoridade para atingir o mesmo objetivo. A diferença entre chefia e liderança é a preocupação de potencializar e desenvolver os talentos e habilidades do liderado.


Para você ser um bom líder, deve potencializar o crescimento técnico e pessoal, além de procurar manter a harmonia entre os membros de sua equipe. Para isso, vamos conhecer a seguir a análise DISC. Essa ferramenta tem o objetivo de identificar perfis comportamentais e o estilo de atuação de cada profissional, e assim, você poderá conhecer os pontos fortes e fracos de cada pessoa do seu grupo. E dessa forma, identificar a melhor forma de trabalhar e se relacionar com os seus liderados ou, também, com seu líder.


A análise DISC


Alto D - Dominância: são pessoas competitivas, impacientes e objetivas, não gostam de rodeios. São orientados por metas e agressivo na busca por resultados, são corajosos e costumam tomar decisões rapidamente. Gostam e tem facilidade de dirigir e controlar as pessoas. Falam pouco e olham nos olhos ao conversar. Não gostam de pessoalidades, de serem muitos tocados.

Sob estresse: fica nervoso, e as vezes, até raivoso. Vira um chefe, dominador e pressiona seu grupo.

Liderando: são exigentes, não gostam de pessoas o dizendo o que fazer. São ótimos líderes se sabem lidar com seus pontos fracos.


Alto I - Influência: são pessoas comunicativas e sociáveis. Tem facilidade em motivar e inspirar as pessoas. Costumam ser otimistas, alegres e confiantes. Procuram interagir e verbalizar, gesticulam e falam bastante, gostam de chamar atenção. Podem ser desorganizados e ter dificuldade em manter o foco. Diferente dos dominantes, gostam de abraços e beijos, não gostam de ficar sozinhos. Seu foco está nas pessoas e nos relacionamentos.

Sob estresse: exagera no otimismo, podendo ser imaturo. Fica emocionalmente frágil e não tolera críticas. Além disso, pode se tornar egoísta.

Liderando: são inspirados e entusiastas. São bons no discurso, mas precisam aprender a escutar mais. Por serem positivos, passam boa energia para seus liderados.


Alto S - Estabilidade: São bons em trabalhar em equipe. Não gostam de deixar tarefas inacabadas, terminam o que começam e estão sempre dispostos a servir. Tem facilidade para ouvir e não gostam de discussões. Pensam bastante antes de tomar decisões, se atentam a fatos e dados. Podem ser muito indiretos na comunicação, são introvertidos e calmos. Não gostam de chamar atenção e não tem tendência a querer ser um líder. Precisam da atenção do seu líder, querem se sentir em família.

Estressado: inseguro, muitas dúvidas, teimoso, rígido, quando pressionado tem medo de errar, medo da desaprovação

Liderando: são amigáveis e leais, precisam ser mais agressivos e assertivos. Podem perder oportunidades por serem indecisos.


Alto C - Conformidade: Prezam por qualidade e precisam seguir as regras, adoram relatórios e pesquisas. São organizados e planejados. São guiados por dados e fatos. São rigorosos, detalhistas e tem uma mente analítica. É introvertido, guardam sentimentos e emoções, não gostam de compartilhar o que estão sentidos. Também precisam pensar antes de agir, tendem a ser preocupados e exigentes e não gostam de serem pressionados. Precisa de um lugar onde possa trabalhar com tempo e sozinho.

Estressado: fica mal humorado e negativo. Se torna extremamente crítico, e pode se afastar mais ainda socialmente.

Liderando: são competentes e são orientados por e para detalhes. Seguem as regras e tendem a ser muito burocráticos. Podem ser lentos para tomar decisões. Precisam ser mais otimistas e entusiastas para motivar sua equipe.


Você deve estar se perguntando: qual o perfil ideal de um líder?


Na verdade, a resposta é: todos. Um grande líder consegue alterar seu padrão de comportamento de acordo com o perfil de seu liderado. A dificuldade de ser um grande líder é saber agir diferente do seu comportamento natural. O perfil ideal precisa de adaptar no relacionamento com cada pessoa para se ajustar ao comportamento de cada liderado, para então deixar que seu liderado possa usar seus talentos em seu maior potencial. Além de, dessa forma, trabalhar para a harmonia do grupo e deixar sua equipe satisfeita.


Tenha o foco em resultado e determinação de um alto D, a disciplina e a lógica de um C, a paixão de alto I, a consistência e persistência de um alto S. O líder que consiga reunir todas essas características consegue influenciar toda a sua equipe.


Quer descobrir seu perfil?


Você pode fazer os testes online abaixo:


http://inspiira.org/

http://www.ibccoaching.com.br/portal/comportamento/analise-comportamento-teste-perfil-comportamental/


Obrigada pela leitura! :)

Escrito por Nathalia Soar.

0 visualização

CONTATO

Universidade Federal de Santa Catarina

Campus Trindade

R. Dep. Antônio Edu Vieira - Trindade, Florianópolis - SC, 88040-535, Brazil.

petepsufsc@gmail.com

(048) 3721-7060

  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Instagram Icon

© Desenvolvido pelo grupo de Marketing 2017.2 e revisado pelo grupo de Marketing 2020.1