• PET Eng. de Produção

O que é Six Sigma?

Atualizado: Mai 18



Em meio a um mercado tão competitivo, as empresas buscam cada vez mais reduzir seus custos, elevar a qualidade em seus produtos e melhorar experiência do cliente, e é nesse contexto que surge o Six Sigma, apoiado nesses três pilares. Criado na década de 1980 pela Motorola, que vinha perdendo competividade, o Six Sigma é uma estratégia que usa um conjunto de ferramentas estatísticas para a otimização dos processos de uma organização por meio da redução da variabilidade dentro de um processo produtivo a fim de evitar retrabalhos, refugos ou até mesmo a saída de produtos defeituosos, ao reduzir a taxa de falhas ao longo do percurso.

O nome Six Sigma vem do fato desse método visar alcançar uma baixa variabilidade. O termo sigma, na estatística, se refere ao desvio padrão, que é uma medida da dispersão de uma variável da média (nesse caso seria o produto exatamente como foi projetado para ser), e o objetivo do Six Sigma é reduzir esse desvio de modo que ele seja tão pequeno que as especificações do cliente se encaixem em seis desvios padrão, ou seja, uma taxa de 3,4 defeitos por milhão. São resultados impressionantes, e para alcançar tal patamar é necessário um esforço contínuo por parte da empresa e seus colaboradores.


DMAIC

Para a implementação do Six Sigma, é necessária a realização de projetos que visam a otimização da eficiência dos processos da empresa. Esses projetos são regidos pela metodologia DMAIC, que significa:


Definir: momento em que se define o que o projeto abordará, qual problema deve ser solucionado, os processos em que se deve trabalhar, quem é afetado pelo problema e quais serão as metas do projeto.


Mensurar: é quando se avalia o estado atual do processo e ocorre a coleta de dados a seu respeito, caso ainda não haja um banco de dados, para então saber quais indicadores têm impacto nos resultados, ou seja, encontrar a fontes de variabilidade. O foco nessa etapa é levantar possíveis causas para o problema em questão.


Analisar: partindo dos insumos obtidos na etapa anterior, são elencadas as causas raízes que devem ser abordadas baseado nos seus efeitos sobre a variabilidade do processo. Sendo essas validadas utilizando gráficos, análises estatísticas e ferramentas qualitativas.


Incrementar: nessa etapa, levanta-se um plano de ação para cada uma das causas raízes validadas no estágio anterior, além de verificar os impactos e resultados esperados com essas melhorias. Por conta do tempo de implementação de um plano de ação ser longo, essa pode ser a etapa mais extensa do método DMAIC.


Controlar: sendo a última etapa, é nesse momento que se monitora os resultados da implementação dos planos de ação e se estabelecem normas para que os resultados se mantenham. Esse passo é muito importante para que as melhorias que foram atingidas não se percam ao longo do tempo.


Os papéis dentro do Six Sigma


Além disso, para que o Six Sigma seja executado, é necessário que a equipe tenha conhecimento sobre o assunto. Assim, existem papéis específicos, definidos pelo grau de conhecimento a respeito dessa estratégia, dentro de uma empresa que a adota. Esses papéis são:


White Belts e Yellow Belts: têm conhecimento dos fundamentos do Six Sigma para operacionalizá-lo.


Green Belts: com um conhecimento maior a respeito do método, lideram projetos de menor complexidade e auxiliam o Black Belt. Não se dedicam exclusivamente a função.


Black Belts: são aqueles que lideram equipes encarregadas de projetos de alta complexidade, tendo grande conhecimento das ferramentas estatísticas utilizadas pelo método, assim como domínio de soft skills como liderança, proatividade, resiliência, trabalhar bem em equipe e habilidades de comunicação. Juntamente com os Green Belts, são os agentes de implementação e manutenção do Six Sigma na empresa.


Master Black Belts: Prestam assistência tanto na parte estatística quanto na parte organizacional da empresa, auxiliando em questões como a mudança e estratégia de projetos e processos. Também assessoram os Sponsors e Champions, prestam mentorias aos Black Belts e Green Belts, atuando como facilitadores da comunicação entre as partes.


Champions: são os gestores ou diretores e, juntamente ao Sponsor, possuem responsabilidades, como a seleção dos membros que formarão a equipe, a orientação estratégica (objetivos e metas) da equipe, estabelecimento do escopo geral dos projetos e remoção de possíveis barreiras para o andamento dos projetos.


Sponsor: é o responsável por promover e definir as diretrizes para implementação do Six Sigma e garantir que este esteja alinhado com a estratégia da empresa.


Essas são as principais características desse método que é aplicado por diversas empresas, visto que qualidade e satisfação do cliente devem ser prioridades para um negócio bem sucedido.


Obrigado pela leitura!


Escrito por Gabriel Cidade.

15 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

CONTATO

Universidade Federal de Santa Catarina

Campus Trindade

R. Dep. Antônio Edu Vieira - Trindade, Florianópolis - SC, 88040-535, Brazil.

petepsufsc@gmail.com

(048) 3721-7060

  • Black Facebook Icon
  • Black LinkedIn Icon
  • Black Instagram Icon

© Desenvolvido pelo grupo de Marketing 2017.2 e revisado pelo grupo de Marketing 2021.1